terça-feira, 18 de setembro de 2018

🔍 Relato de Pesquisa

Neste mês de setembro, dando continuidade ao editorial “🔍 Relatos de Pesquisa” do Núcleo de Pesquisa e Extensão em Inovações Sociais na Esfera Pública (NISP), apresentamos o pesquisador Everton Silveira de Souza, que defendeu recentemente sua dissertação no Programa de Mestrado em Administração da UDESC-ESAG.
Everton é pesquisador do NISP e participa da pesquisa “Na prática a ética é outra: Compreendendo os dilemas morais vivenciados na gestão pública”. Ele é orientado pelo professor Mauricio Serafim e o seu projeto de mestrado se chama “O ensino de ética em administração e o desenvolvimento da competência moral”. Confira o relato:


Link alternativo: https://youtu.be/o9m2l3ZAgRo

quinta-feira, 13 de setembro de 2018

Pesquisadores do NISP participam do SPPG


Abertura da mesa do 3ºSPPG
Entre os dias 4 a 6 de setembro os pesquisadores do Núcleo de Inovações Sociais da Esfera Pública participaram do 3º Seminário de Pesquisa e Pós-graduação em Ciências da Administração e Socioeconômicas (SPPG) na ESAG-UDESC, que ocorreu em consonância com o 28° Seminário de Iniciação Científica da ESAG-UDESC, no qual alunos de iniciação científica, bolsistas remunerados e participantes voluntários, apresentaram os resultados dos projetos desenvolvidos no período de agosto de 2017 a julho de 2018, assistidos por professores avaliadores ad hoc e convidados, cumprindo a regulação da Universidade junto ao CNPq e o compromisso dos bolsistas de pesquisa. Junto a isso, ocorreram algumas palestras e apresentações de artigos. 

Professor Marcelo Bispo durante apresentação da mesa.
Na oportunidade, os pesquisadores do Observatório de Inovação Social de Florianópolis também participaram do evento. No primeiro dia, as professoras Carolina Andion e Graziela Dias participaram junto com os professores Marcelo Bispo (Universidade Federal da Paraiba) e Rafael Tezza (UDESC-ESAG) de uma mesa a respeito das perspectiva e desafios da pós-graduação. Outra participação foi da mestranda Maria Eduarda Dias que apresentou seu artigo ‘’Redes de Governança na Administração Pública: o exemplo da gestão em redes de resíduos sólidos.’’

Maria Eduarda durante apresentação do artigo
No segundo dia, os bolsistas de iniciação científica do Núcleo de Inovações Sociais na Esfera Pública (NISP)  Amanda B. Nunes, André Manoel, João Libório e Luiza Moriggi apresentaram seus resultados de pesquisa, sendo eles:

Amanda B. Nunes - ‘’Observatório de Inovação Social de Florianópolis: Um panorama das iniciativas mapeadas e observadas’’

André Manoel - ‘’ Sociedade civil, investigação pública e democracia: o fórum de políticas públicas de Florianópolis e o fortalecimento democrático no município’’

João Libório - ‘’Trajetória da arena pública de garantia dos direitos da criança e do adolescente: um estudo em Florianópolis’’

Luiza Moriggi - ‘’Identificação e análise das políticas e programas municipais de apoio e fomento a inovação social ‘’

Além disso, a professora Graziela Dias apresentou o resultado de pesquisa de sua bolsista de iniciação científica Camila Rebelatto intitulado: ‘’Observatório de Inovação Social: coleta de dados sobre atores de suporte e observação em iniciativa de inovação social’’

No último dia do evento ocorreram a divulgação do Prêmio Jovem Pesquisador (a) e dos artigos selecionados para o Fast Track. Para a felicidade da equipe do Observatório, Amanda Nunes e André Manoel ganharam o primeiro lugar do prêmio e João Libório o segundo! E ainda, o artigo de Maria Eduarda Dias recebeu Fast Track para publicação na Revista Alcance! Parabéns aos premiados e a toda equipe do NISP e OBISF.


quarta-feira, 12 de setembro de 2018

Oficina: Prospéro (PROgramme de Sociologie Pragmatique, Expérimentale et Réflexive sur Ordinateur - © Doxa)

O Núcleo de Inovações Sociais na Esfera Pública, por meio do Observatório de Inovação Social de Florianópolis oferecerá a oficina "Prospéro" (PROgramme de Sociologie Pragmatique, Expérimentale et Réflexive sur Ordinateur - © Doxa) com o MSc. Waldir Lisboa Rocha. 


Prospero (PROgrama de Sociologia Pragmática, Experimental e Reflexiva em Computação) é um software de análise de dados textual qualificado por seus projetistas de tecnologia literária para as ciências humanas. O software foi desenvolvido pelo sociólogo Francis Chateauraynaud, diretor de estudos École des Hautes Études en Sciences Sociales e pelo cientista da computação Jean-Pierre Charriau. O Programa permite a classificação e o monitoramento de arquivos ou conjuntos temáticos de textos. Trabalhando a partir de séries de textos históricos ou diacrônicos o Prospero se dedica à exploração, análise e comparação de "arquivos complexos", auxiliando pesquisadores na descrição de processos de alerta, negócios ou controvérsias.

No dia 13/09 ocorrerá um diálogo com Waldir, toda a equipe técnica do OBISF e parceiros sobre Prefigura/OBISF/ORD e possibilidades de parceria e uso do Prospéro. Já as atividades da oficina serão oferecidas nos dias 14, 17 e 18/09 também nas dependências da ESAG/UDESC. Confira abaixo a programação das atividades.


Local: ESAG/UDESC
Maiores informações: http://prosperologie.org/?sit=22

quarta-feira, 5 de setembro de 2018

Membros do OBISF e do NISP participam ativamente da semana de Inovação Social em Florianópolis


Na última semana Florianópolis-SC se transformou na capital da Inovação Social no Brasil, em decorrência de três grandes eventos: o II Congresso Internacional de Desempenho do Setor Público (CIDESP), o IV Encontro Latino-americano de Inovação Social (IV ELIS) a partir do Setor Público (ELIS 2018) e o Festival Social Good Brasil 2018.



No dia 28 de agosto a equipe do OBISF participou do II CIDESP, evento de natureza técnica e científica que teve por objetivo estimular a discussão sobre o desempenho do setor público, a partir da perspectiva da comunidade científica e dos profissionais que atuam no âmbito da gestão pública. Na oportunidade a professora Graziela Dias Alperstedt conduziu a mesa temática “Inovação Social no Setor Público” que contou com a participação de Gabriela Tamura (Wegov), professor Oscar Garcia (Universidad de Guadalajara), Cristian Urrutia  (Diretor Executivo da Corporação de Desenvolvimento e Inovação, em Rancágua, no Chile) e a professora Carolina Andion representando o Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF) e o Núcleo de Inovação Social na Esfera Pública (NISP) da ESAG/UDESC. A professora Carolina expos na oportunidade que eventos como o CIDESP são essenciais para promover uma maior aproximação entre a inovação social e o campo da administração pública. Na sequência a professora apresentou a proposta de construção do OBISF e como o observatório vem trabalhando a inovação social a partir do estudo do ecossistema de inovação social e das redes colaborativas da cidade.



  
Já o IV Encontro Latino Americano de Inovação Social do Setor Público 2018 (ELIS) ocorreu nos dias 29 e 30 de agosto, em uma parceria entre o Wegov, Secretaria de Desenvolvimento Sustentável (SDS) do Estado de Santa Catarina e o Observatório de Inovação Social de Florianópolis (OBISF) da ESAG/UDESC.

A abertura do evento foi feita por Gabriela Tamura (Wegov), da Profa. Carolina Andion representando o OBISF e a UDESC e do Secretário de Desenvolvimento Sustentável (SDS) do Estado de Santa Catarina, Sr. Adenilso Biasus. Em sua fala, a professora Carolina Andion destacou que o ELIS foi um sonho concretizado por meio da participação de todos os envolvidos.  A professora enfatizou a importância de aproximar o debate da inovação social da administração pública, entendendo a “A inovação social como um processo político no sentido da transformação social”. Para ela, as políticas públicas exigem saberes diferenciados pela sua complexidade para isso é preciso uma visão intersetoral e reforçar as redes dos ecossistemas de inovação social: “O ELIS vem assim contribuir para se construir pontes para co-construção de uma uma ciência sobre inovação social na América Latina, inspirando novas práticas”.




O Evento foi um sucesso! Com mais de 200 participantes, os dias 29 e 30 de agosto foram marcados por mesas temáticas que exploravam diferentes vertentes da Inovação Social na América Latina. A participação dos colegas de outros países da América Latina ocorreu por meio de professores, pesquisadores, empreendedores, e funcionários públicos que vieram do Peru, México, Colombia, Chile, Argentina, Paraguai, El Salvador, para citar alguns. Vinte iniciativas de inovação social foram reconhecidas e apresentadas no evento. Dessas, três eram da ESAG/UDESC: o programa de extensão coordenado pelo professor Eduardo Jara e duas pesquisas conduzidas por ex-alunos do mestrado da ESAG/UDESC, André Tiago da Silva, sobre extensão universitária e André Noronha, sobre o programa Araucária Mais.



O ELIS contou também com a participação da professora Graziela Dias Alperstedt que conduziu a mesa temática “Redes, Cooperação e Inovação Social”, onde foram debatidos elementos constitutivos sobre as redes e a importância da colaboração para a formação de incubadoras sociais. Já a pesquisadora Julia Graeff conduziu a mesa “Co-construção de conhecimento para inovação social no setor público”. Ao final, ocorreram as premiações e as considerações de toda equipe envolvida no projeto. Esta foi a quarta edição do ELIS, a primeira no Brasil, e a expectativa é que mais brasileiros participem das próximas edições e que disseminem a aprendizagem da inovação social em suas respectivas cidades da América Latina.





O último evento que fechou a semana da Inovação Social em Florianópolis foi o Festival Social Good Brasil 2018. No segundo dia do evento (1 de setembro) representantes do OBISF participaram da roda de conversa de Inovação Social no setor público na América Latina: experiências que o ELIS trouxe para Floripa. A roda foi formada pela pesquisadora Júlia Graeff  (OBISF), Ana Camerano (WeGov), Adriana Aguini (Correios), Bárbara Basso (OBISF) e Marília Camara de Assis (Secretaria do Estado de Gestão e RH do Estado do Espírito Santo). As participantes compartilharam com o público presente suas experiências e perspectivas sobre o evento ELIS. Entre os presentes servidores públicos, professores, alunos, pesquisadores, empreendedores sociais e atores da sociedade civil participaram do diálogo, compartilhando experiências, desabafos e sonhos sobre possibilidades de construir novos caminhos para as prática de Inovação Social em diferentes lugares da América Latina.


segunda-feira, 20 de agosto de 2018

Artigos de pesquisadores do NISP aprovados em revistas e eventos

Os pesquisadores do projeto de pesquisa “Na prática a ética é outra: compreendendo os dilemas morais vivenciados na gestão pública”, desenvolvido no Núcleo de Pesquisa e Extensão em Inovações Sociais na Esfera Pública (Nisp), compartilham um resumo de seus artigos que foram recentemente aprovados para apresentação em conferências e publicação em periódicos.

1. Análise das Escalas e Medidas de Virtudes Morais Associadas à Área de Administração e Ética Empresarial: uma Revisão Sistemática
Autores: Maria Clara F. Ames, Maurício C. Serafim e Felipe Flôres Martins
Conferência: XLII EnANPAD 2018 – Encontro Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. 3 a 6 de outubro, Curitiba/PR
Este artigo objetiva investigar como as escalas para o construto virtudes morais são construídas e mensuradas nos estudos associados à Administração e à ética empresarial (business ethics). Para isso, realiza-se uma revisão sistemática baseada na proposta dos Principais Itens para Relatar Revisões Sistemáticas e Meta-Análises, de Moher, Liberati, Tetsla & Altman (2009), estabelecendo-se critérios para busca, seleção e análise. Os resultados revelam uma variedade de escalas voltadas para virtudes associadas à liderança, além de escalas no contexto administrativo de uma forma geral, aplicadas, predominantemente, a estudantes de Administração.

2. Dinâmicas da Agenda Política de Aborto no Senado Federal no período de 1988 a maio de 2018
Autores: Maria Clara F. Ames, Maurício C. Serafim, Marcelo Beckert Zappellini e Andrei Colonetti.
Conferência: II Congresso Internacional de Desempenho do Setor Público – CIDESP 2018. 27 a 29 de agosto, Florianópolis/SC

O tema do aborto é uma complexa questão filosófica e moral, e na área de políticas públicas seu tratamento é nomeado como política de moralidade ou simplesmente abortion policy. Os termos estrangeiros “pró-vida” e “pró-escolha” geralmente são usados por atores e grupos de interesse para se posicionarem a seu respeito. Embora estudos anteriores considerem os argumentos mais utilizados para a questão na câmara dos deputados, ainda é inédita uma pesquisa brasileira sobre as dinâmicas da agenda política governamental do aborto. Este artigo inicia esse estudo, analisando as preferências da agenda política segundo os pronunciamentos, os projetos de lei e as audiências públicas ocorridas no âmbito do Senado Federal entre os anos de 1988 e maio de 2018.

3. Saber como cuidar através do cuidado real: o caso das organizações da Sociedade Civil que atuam na proteção de gestantes e bebês

Autores: Maria Clara F. Ames e Maurício C. Serafim
Conferência: Association for Moral Education Conference. 8 a 10 de novembro, Barcelona, Espanha. https://www.amenetwork.org/2018/  
 No artigo em questão, tentamos compreender as práticas organizacionais e as relações pessoais de cuidado de organizações que atuam com o propósito de proteger gestantes e bebês. Para isso, propomos investigar alguns elementos discutidos pelos teóricos da ética do cuidado, como respeito, empatia, atenção, prática e fortalecimento das relações.

4. Sabedoria Prática: uma Revisão Sistemática sobre Educação, Ensino e Aprendizagem da Phronesis em Administração
Autores: Maria Clara F. Ames e Maurício C. Serafim
Conferência: XLII EnANPAD 2018 – Encontro Nacional de Pós-Graduação e Pesquisa em Administração. 3 a 6 de outubro, Curitiba/PR

 A phronesis é definida como a sabedoria prática, ou prudência, presente em processos de deliberação, decisão e ação. O objetivo dessa revisão sistemática é investigar de que maneira esse conceito é relacionado à educação, ensino e aprendizagem na área de Administração e de estudos organizacionais. 

5. Valores e Administração Pública: uma Discussão sobre Racionalidade e Atitude Parentética
Autores: Laís S. Santos, Fernanda G. Leal, Maurício C. Serafim e Mário C. Moraes
Revista: RAM – Revista de Administração Mackenzie. Disponível em: www.scielo.br
O objetivo desse ensaio teórico é discutir como indivíduos inseridos em organizações públicas podem lidar com os valores individuais e organizacionais em sua ação, a partir de um diálogo entre a noção contemporânea de valores, a concepção de racionalidade e a atitude parentética.

segunda-feira, 13 de agosto de 2018

O NISP participará do II Congresso Internacional de Desempenho do Setor Público

Entre os dias 27 a 29 de agosto de 2018 os pesquisadores do NISP participarão do II CIDESP - Congresso Internacional de Desempenho do Setor Público


O CIDESP tem por objetivo estimular a discussão sobre o desempenho do setor público, a partir da perspectiva da comunidade científica e dos profissionais que atuam no âmbito da gestão pública, a partir de contextos locais, regionais, nacionais e internacionais, além é claro, de estimular maior integração entre a comunidade científica e os e os profissionais que atuam no setor público, incentivando o desenvolvimento de pesquisas aplicadas que agreguem valor à gestão pública, aos servidores e a sociedade em geral.

Na oportunidade a professora Carolina Andion comandará a mesa temática"Inovação Social no Setor Público", no dia 28, e alguns pesquisadores que apresentarão artigos aprovados e trabalhos decorrentes de iniciação científica.

Ainda é possível participar do II CIDESP fazendo a inscrição no link